Se tem uma coisa que é certa, no que diz respeito a mudança, é que você só vai perceber o quanto acumulou de coisas nos últimos anos quando colocar a mão na massa. Ainda mais quando você está saindo de uma casa para viver em um lugar menor, como um apartamento, por exemplo. Algumas dicas simples podem evitar dores de cabeça, como a falta de espaço para acomodar móveis grandes demais ou mesmo toda a sua roupa de cama.

Quer saber mais sobre o assunto? Então leia o nosso post de hoje e veja 4 dicas para quem está de mudança para um apartamento pequeno:

Comece pelos móveis grandes

Sempre há aquele móvel que você guarda com carinho e do qual você dificilmente vai querer se desfazer. Mas lembre-se de que, além dele, você deve selecionar os maiores móveis que pretende levar para o novo lar. Provavelmente, em sua seleção vão estar:

Cama;
Sofá;
Geladeira;
Mesa de jantar;
Armários;
Entre outros.

Depois de fazer a lista, meça-os, tendo em mente os tamanhos dos cômodos da casa nova e respeitando sempre uma distância de, no mínimo, 20 centímetros entre os móveis. O apartamento pode ser pequeno, mas você precisará de espaço para ficar à vontade com a sua família, não é mesmo?

Se todos os itens listados couberem no apartamento novo, dê um check!

Pratique o desapego

Você pode até sentir dificuldade de se desfazer de seus móveis, mas tente se concentrar no fato de que são apenas bens materiais e que você precisa se desapegar de, pelo menos, uma parte deles.

É claro que não precisa se desfazer de tudo, mas os móveis grandes demais ou que provavelmente sofrerão algum dano no transporte — como as peças feitas de MDF — devem ser os primeiros a serem descartados.

Com a doação, você pode ajudar outras famílias que não teriam condições de adquirir alguns móveis. Outra alternativa é ganhar algum dinheiro vendendo esses móveis para lojas especializadas ou mesmo para pessoas que estejam a procura desses itens, esse é o caso de muitos estudantes que moram longe dos pais.

Use a decoração a seu favor

Para não amontoar armários e gavetas, o que causa dificuldade para usar aquilo que tem, o ideal é que você utilize a decoração como sua aliada.

Por exemplo: se estiver pensando em trocar de cama, opte por aquelas que têm um box debaixo do estrado para guardar roupas de camas e toalhas. Você vai se surpreender com o tanto que isso fará diferença na sua organização.

Existem também opções de pufes que embelezam a casa e que servem de baú para guardar alguns pertences.

Lugares como a cozinha e os banheiros costumam abrigar muitos objetos e, no caso, você pode investir em prateleiras, as quais você mesmo consegue instalar e que ainda conferem um charme a mais para o ambiente sem roubar espaço.

Por fim, verifique a possibilidade de investir em móveis planejados. Isso faz muita diferença para quem vive em apartamentos pequenos e com problemas de espaço.

A falta de lugar para guardar objetos

Pode acontecer de você não conseguir vender ou doar alguns móveis a tempo de realizar a mudança, e a solução de deixá-los na casa de outras pessoas pode não ser a melhor. Além disso, o receio de perder documentos no meio da mudança pode não ser um exagero.

Nesses casos, uma boa ideia é contar com uma empresa de self storage. Elas, são a melhor solução para a armazenagem de produtos, oferecem boxes em tamanhos diversos, geralmente a partir de 1m², para que você guarde móveis, documentos e o que precisar pelo prazo que for mais viável para você.

Além de útil, é completamente seguro, pois você conta com vigilância 24 horas e, ao trancar o box, ainda leva a chave.

4 dicas para quem está de mudança para um apartamento pequeno
Dê seu voto